domingo, 5 de junho de 2011

As notas de uma canção

Nas notas de um piano
Na madrugada fria
No brilho do luar
Na tristeza de uma lágrima
Na velocidade de um cavalo
Na solidão de um vazio
Na coreografia suave
No rastro do caminho
Nas pegadas espaçadas
Segue
Sempre
Como se pudesse todo o sentimento numa simples canção
A inexpressiva e imperceptível
Estrela.
Beatriz Souza, 5 de junho de 2011

3 comentários:

Digho disse...

Quanto tempo não passava aqui.Senti falta de sua presença no meu blog. Adorei o novo layout do seu blog.Simples e limpo.Lindo poema.Sucesso!!

Suellen Lyra disse...

oi... passando para t avisar q tem selinho pra ti no meu blog, bjoks www.restosdelcorazon.blogspot.com

Suellen Lyra disse...

saudades de vc no meu blog...bjinhos amei o poema